(16) 3017-8614
Atendimento disponível entre segunda e sexta feira das 07:30 horas da manhã até as 17:00 da tarde
Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

27/08/2020

Carpintaria em Casa - Maquinário

Como você viu no nosso texto anterior, a marcenaria é uma das áreas que você pode dar mais asas a sua criatividade, desde que utilizando as ferramentas certas. Agora é hora de conversarmos sobre o trabalho mais pesado, aquele que é muito difícil ou impossível de se fazer apenas manualmente. Pra momentos como esse, o marceneiro de plantão pode contar com o apoio das mais variadas máquinas, que ajudam a garantir não só a conclusão do trabalho pesado, bem como a sua operação por horas à fio.

 

Antes de mais nada, é importante você entender que esse tipo de equipamento deve ser encarado como investimento, não custo. E, quando se trata de investimento, a qualidade faz toda a diferença. Procure sempre por marcas que tenham tradição no mercado e que ofereçam maior tempo de garantia (é aquela lógica: se uma empresa oferece três anos de garantia, no mínimo é porque ela confia plenamente na qualidade da fabricação dos seus produtos). Dito isso, vamos conhecer as principais máquinas da marcenaria? Vamos lá:

SERRA CIRCULAR: Ela é fundamental para cortes básicos em placas de madeira, especialmente por sua velocidade, quando comparada a serra ou ao serrote. Importante lembrar que esse equipamento não é o mais indicado para cortes com acabamento.

SERRA TICO-TICO: Diferente da serra circular, esse equipamento possui uma gama imensa de possibilidades de cortes, sejam eles retos, curvos ou inclinados. Pode ser usada também para corte em chapas de metal, desde que obedecendo o tipo de lâmina adequada para esse fim.

LIXADEIRA ROTO ORBITAL: Como o próprio nome diz, esse equipamento possui, além dos movimentos tradicionais de uma lixadeira, o de giro, o que garante melhor acabamento em superfícies delicadas, como a madeira. Essa lixadeira pode vir na versão elétrica, à bateria e pneumática, quando o equipamento é acoplado a um compressor para funcionar.

UMA INFORMAÇÃO IMPORTANTE: algumas pessoas costumam utilizar discos de madeira em esmerilhadeiras. Nós não recomendamos, uma vez que esse equipamento possui uma velocidade de rotação muito intensa, além de não ter todos os acessórios de segurança, o que pode tornar a atividade extremamente perigosa para pessoas menos experientes.

Sobre as lâminas utilizadas nos equipamentos acima, convém também dizer que o número de dentes tem influência direta na qualidade de corte. Discos com mais lâminas são indicados para atividades que precisam de melhor acabamento, bem como tipos de madeira mais sensíveis ao corte (como MDF e MDP, por exemplo). O mesmo vale para a serra tico-tico: se a lâmina tiver mais dentes, o acabamento ficara bem melhor.

Já sobre as madeiras, temos, além das maciças, que são partes inteiras das árvores de origem, as do tipo MDF e MDP. O MDF é formado por lâminas de madeira superfinas, que, uma vez unidas, assumem um aspecto mais uniforme. Nos móveis planejados, é mais utilizada em partes que precisem de acabamentos arredondados ou em baixo/alto relevo. Já o MDP é uma evolução da madeira “aglomerada”, ou seja, são partículas de madeiras que também são unidas, mas sem o mesmo resultado de acabamento. Como são conhecidas por sua resistência e baixo custo, estão presentes nas estruturas dos móveis, desde aqueles mais básicos, disponíveis em lojas de varejo, até os mais sofisticados, do tipo modulado ou planejado. Na Europa, praticamente não se usa MDF em estruturas, apenas MDP, pela sua resistência a umidade.

Gostou das dicas? Então aqui vai mais uma: a Casa dos Parafusos possui uma linha completa de máquinas para marcenaria da marca DeWalt, líder mundial em qualidade de equipamentos. Converse com um de nossos vendedores, para decidir qual equipamento vai fazer bonito na sua oficina. 

E não se esqueça: o que você precisar, a Casa dos Parafusos tem!