Meu carrinho
Carrinho Vazio

Rebites

Filtrar

Inicialmente o Rebite é uma peça de fixação considerada semipermanente, possui estrutura metálica e pode ser composta de aço, alumínio, cobre ou latão. Seu formato é descrito como um corpo cilíndrico que possui uma cabeça em uma das extremidades.

Todavia, o rebite serve para fixar pranchas de metais diversos, madeira e até plástico. Ele é considerado semipermanente pois sua aplicação é única, permitindo que a fixação dure por bastante tempo.

Quais são os tipos de Rebite?

Existe diversos tipos de rebite no mercado, porém os mais comuns são:

Rebite maciço de alumínio cabeça lentilha

Bastante utilizado no setor de metalúrgica, indústria automobilística, construção de aviões etc., é um material leve e de baixo custo, uma peça importante na fixação dos mais variados produtos, sendo de extrema necessidade a alta qualidade do material para garantir maior segurança.

Rebite POP

Também chamado rebite de repuxo é o mais comum de ser utilizado. Costuma ser introduzido no furo de união entre as peças. Quando o mandril é arrancado da haste do rebite ele emite um som “POP”. Daí o nome “Rebite POP”.

Sólido ou de cabeça redonda

Também conhecido como rebite maciço ou “rebite de bater”, é o de maior resistência, possui formato simples, corpo cilíndrico e uma cabeça arredondada levemente achatada.

É muito utilizado na indústria para instalação de portas e janelas, na produção de máquinas, computadores, na construção de casas e apartamentos, nos eletrodomésticos para prender peças de fogões, microondas, forno elétrico, lava-louças etc.

Do mesmo modo, também é muito utilizado na montagem de containers e fixação de peças de veículos como carrocerias de ônibus e caminhões.

Aplicação

A aplicação ou processo de rebitagem pode ser feito de duas maneiras: manual ou mecânica.

A forma manual é mais utilizada para rebitar locais de difícil acesso ou peças pequenas. O rebite é martelado dos dois lados até expandir e preencher o furo ou você pode utilizar um rebitador manual.

A forma mecânica utiliza-se um martelo pneumático ou rebitadeira pneumática ou hidráulica.

Ou seja, o processo segue a mesma lógica da aplicação manual, mas usando método mecânico, por exemplo: encaixa-se o rebite num furo pré-determinado e com o auxílio da ferramenta exerce um impacto sobre o rebite e fará com que a peça se expanda, preenchendo o furo e fixando, assim, o material.